domingo, 29 de julho de 2012

Golpes de amor na internet.



Para muitas pessoas, entre homens e mulheres que buscam um amor, uma das alternativas é procurar pela internet. Mas é preciso estar atento para quem não tem a mesma intenção, ou seja, pessoas que só pensam em aplicar golpes.

Segundo Erica Queiroz, consultora em relacionamentos, na maioria das vezes é possível identificar um golpista: "Alguns golpes são tão bem elaborados que até as pessoas mais esclarecidas podem cair. “Existem golpistas que querem algo rápido (dinheiro rápido, estupro, roubo de utensílios/equipamentos domésticos) e há aqueles que querem instalar-se na vida do próximo e, de preferência, na casa das pessoas. Os golpistas geralmente não falam muito de si e só querem saber detalhes da vida da potencial vítima. Além disso, não apresentam (muitos) amigos nem familiares a você”.

Erica explica que o perfil de uma pessoa que pretende aplicar golpes é, geralmente, muito atraente. Suas histórias podem ser inventadas e, muitas vezes, é utilizada uma identidade falsa.

Além disso, golpistas fingem ser pessoas extremamente dóceis e estão dispostos a falar tudo o que a outra pessoa quer ouvir. Têm uma conversa mansa e bom papo, já que precisam disso para dar o golpe. Depois de um tempo, começam a contar uma história triste, como a de uma tia doente, uma filha atropelada, a necessidade de uma cirurgia, falta de dinheiro para pagar o aluguel.

A consultora alerta que, cedo ou tarde, o golpe do dinheiro aparecerá. “E você está num site de relacionamentos à procura de amor, certo? Então não caia na conversa de quem pedir dinheiro!”.

A consultora explica que as pessoas mais carentes são as que mais caem em golpes de internet. “As pessoas carentes nem deveriam tentar conhecer alguém pela internet, pois, sua fragilidade fica escancarada e o golpista se aproveita disso. A vítima acaba fazendo coisas que não faria se estivesse em seu estado normal”, enfatiza Erica Queiroz.


Confira algumas dicas para evitar a ação de golpistas na internet:

• Para não cair em golpes, faça a gravação das conversas pelo MSN e outras redes sociais possíveis. Depois, refaça as perguntas já feitas e cujas respostas estão gravadas - se as novas respostas apresentarem diferenças, a pessoa pode até nem ser golpista, mas é mentirosa e isso já é motivo para desconfiança.

• Não se exiba demais na rede. Ninguém precisa saber que você viaja todo ano para o exterior, tem um carro caro, um iate...

• Não receba a pessoa em sua casa, mesmo que já tenham assumido o namoro. Muitos golpistas esperam ganhar a sua confiança para roubar objetos de valor de sua casa.

• Jamais empreste dinheiro a uma pessoa que tenha conhecido pela internet, mesmo que já estejam namorando há meses.

• Se você já sofreu ou conhece alguém que tenha sofrido golpes na rede, ajude a denunciar o caso à Delegacia de Crimes Virtuais. Para isso, grave em seu computador tudo o que puder: perfil da pessoa no site de relacionamentos, conversas, fotos enviadas, IP (internet protocolo)... Tudo o que conseguir valerá como prova contra o golpista.

• Lembre-se de que, se você souber se proteger, a internet pode ser o melhor lugar para encontrar o amor.

Um comentário:

  1. Concordo, já conheci vários pela net que pediram dinheiro, presentes, etc..

    ResponderExcluir